Mediunidade: O que é? Sinais e Tipos de Mediunudade e Médiuns
[KIT] Fitoenergética e Magia com as Ervas

[KIT] Fitoenergética e Magia com as Ervas

Baixe agor​​​​a esse Kit Completo e Aprenda abrir os Caminhos e Limpar Energias Negativas!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

O que é a Mediunidade? Sinais e Tipos

Você sabe o que é a Mediunidade?

Muitas pessoas acham que entendem de mediunidade e médiuns, mas a verdade é que isso tudo faz parte de um universo muito maior e interessante e que após estuda-lo poderá descobrir grandes coisas sobre si mesmo.

Neste artigo vamos lhe inserir um pouco mais nesse universo através de um Guia Completo da Mediunidade.

Todos sabemos que sempre tivemos pessoas agindo de má fé e isso acontece em qualquer religião ou crença.

E por isso mesmo queremos mostrar nesse artigo o que a mediunidade é de verdade e o que ela pode fazer por você.

Quantas vezes você já não se deparou com uma pessoa mais sensitiva ou mesmo você notou uma certa sensibilidade em si mesmo?

Mas provavelmente você não soube explicar.

A mediunidade é muito mais que falar com espíritos de entes queridos que já se foram.

Todavia, ela parece ser a resposta para muitas pessoas que ainda se encontram em luto por causa de tais perdas, e sim ela pode auxiliar essas pessoas a encontrarem um conforto ou paz, mas é importante saber lidar com a mediunidade, de fato.

O que é a Mediunidade?

Falar de Mediunidade sem falar de Alan Kardec seria quase um crime.

De fato, grande parte dos estudos sobre o Espiritismo que temos é graças a Alan Kardec e seus estudos e inspirações de outros espíritos.

O próprio Alan Kardec definiu a mediunidade “todo aquele que sente em um grau qualquer influência dos espíritos é, por esse fato, médium” .

Os médiuns são porta-vozes de um mundo que as pessoas desejam que exista. Isto ocorre porque a ciência deixa de satisfazer ou atender a uma necessidade emocional.

Eles são, portanto, canais de alívio para muitas aflições. São encontrados na religião espírita, no catolicismo e não raro em outras religiões que seguem normas mais rígidas.

A mediunidade não escolhe credo, raça ou condição social.

Ela é divina e universal, capaz de produzir um fenômeno de atração magnética, e assim como um ímã, consegue captar o campo áurico de uma pessoa que já morreu.

O médium é uma ponte entre vivos e espíritos, e experimentam fenômenos que desafiam até a ciência.

Quem foi Allan Kardec?

Ao contrário do que muitos pensam, Allan Kardec não é o nome real do homem responsável pela codificação da Doutrina Espírita.

O nome verdadeiro de Allan Kardec na realidade é Hippolyte Léon Denizard Rivail.

Ele foi um professor francês nascido no dia 3 de outubro de 1804 na cidade de Lyon, na França.

Mas então quem foi Allan Kardec?

O professor Rivail adotou esse pseudônimo por dois motivos: consultando os espíritos descobriu que havia sido em outra vida um sacerdote druida, de nome Allan Kardec.

Allan Kardec - Espiritismo

Além disso, Kardec escolheu esse nome para separar suas obras didáticas, produzidas anteriormente, do seu material espírita.

Allan Kardec foi o responsável pela codificação da Doutrina Espírita.

Ele foi um cientista e pesquisador que frequentava reuniões mediúnicas (na época chamadas de mesas girantes), reuniões muito comuns em Paris nos anos 1850 frequentadas por nobres e intelectuais.

Sinais de Mediunidade

Os Sinais de que uma pessoa é médium ou possui certa sensibilidade são diversos e vamos citar alguns para que você possa pelo menos ter uma noção, confira:

A capacidade que a nossa porção energia (que é a própria alma) tem de captar outras energias de natureza não física é um dos principais sintomas da mediunidade:

  • Intuição para fazer ou não fazer algo e depois de feito saber que a intuição estava certa;
  • Sonhos reveladores, que de certa forma conduzem suas atitudes para novos caminhos de prevenção de problemas ou de melhores resultados em todas as áreas da sua vida;
  • Profunda sensação de se importar com as dores das pessoas e do sofrimento do mundo. Vontade de fazer algo para mudar o cenário negativo das coisas;
  • Sentir aromas que não existem no ambiente fisicamente;
  • Enxergar ou sentir presenças que somem ou desaparecem com um piscar de olhos;
  • Percebe-se falando sobre assuntos específicos com uma fluência acima da média sem se dar conta que está fluindo livremente com uma competência elevada;
  • Guiar-se por coincidências, também conhecidas como sincronicidades;
  • As pessoas começam a te enxergar como um ombro amigo e mesmo os desconhecidos te procuram para desabafar e pedir ajuda;
  • Facilidade acima da média para perdoar os demais;
  • Começa a bocejar facilmente na presença de outras pessoas ou ambientes carregados psiquicamente;
  • Evitar multidões;
  • Mudança de hábitos para outros que sejam mais úteis;
  • Diminuição drástica da futilidade, vaidade e costumes meramente mundanos;

Como funciona a Mediunidade?

Na verdade, não tem como explicar exatamente como funciona a mediunidade, especialmente, por ela ser algo tão único em cada pessoa.

Como Desbloquear a Mediunidade - Curso Sexto Sentido na Prática

Logo, o que podemos oferecer são informações e estudos sobre o que acontece quando alguém incorpora, por exemplo, como você pode se tornar mais sensível, não um médium, pois isso ou você nasce sendo ou não é jamais.

De qualquer forma, a mediunidade não funciona de uma única forma, ela é variada e acontece de diferentes meios conforme cada pessoa é.

Tipos de Médiuns

Há diversos tipos de médiuns e vamos citar alguns e explica-los brevemente.

Médiuns Sensitivos

Estas pessoas são tão sensíveis que sentem a presença de espíritos, podendo reconhecer se são bons ou ruins e até mesmo suas características.

Médiuns com Efeito Físico

Estas pessoas produzem fenômenos paranormais de forma consciente ou inconsciente quando dominada por um espírito.

Médiuns Clarividentes ou Videntes

Conseguem enxergar claramente os espíritos através dos olhos da alma.

Médiuns Audientes

São aqueles capazes de escutar os espíritos, sendo essa voz manifestada de forma interior ou exterior.

Médiuns da Cura

São pessoas que possuem o grande dom da cura, através de um simples contato, ou olhar, sem passar nenhum medicamento ao enfermo.

Este poder lhe é possível graças ao magnetismo que muitos não tem nem o conhecimento de possuírem ou do que se trata.

Seu poder de atingir os níveis espirituais é tão grande que elas estabelecem a conexão para a cura geralmente através de preces muito profundas.

Médiuns Psicofônicos

Estas pessoas conseguem se conectar com o campo espiritual através do seu próprio espírito, cedendo sua voz para que as almas falem por seu intermédio.

Médiuns psicógrafos e suas derivações

São responsáveis de transmitir o desejo e pensamento dos espíritos através da escrita, eles se dividem em três categorias que se distinguem de acordo com a sua forma de recebimento espiritual.

Médiuns Intuitivos

São médiuns que ao passar as mensagens dos espíritos psicografam de forma voluntária. Ele sabe o que está escrevendo, a alma do receptor recebe a mensagem do espírito e a transmite.

O médium tem total consciência do que ele está redigindo, apesar de não ter controle do que será dito, há o domínio de suas ações e consciente.

Médiuns Mecânicos

O movimento realizado na escrita não tem nenhum controle.

A mão deste médium é totalmente dominada pelo espírito e ele age por sua vontade e por consequência ele também não possui consciência alguma do que está escrevendo ou acontecendo.

Médiuns Semimecânicos

Uma mistura do médium mecânico e do intuitivo.

Não possuem controle sobre o que estão escrevendo ou fazendo, nem de seus movimentos, mas possui consciência de tudo que está acontecendo.

Médiuns Inspirados

A pessoa recebe de forma espontânea uma mensagem do espírito e este se mistura aos seus próprios pensamentos e torna-se difícil de decifrá-los.

Essas pessoas não são tão sensíveis para conseguirem se conectar como os outros, mas possuem a influência do mundo espiritual em sua vida.

Tipos de Mediunidade

As mediunidades existentes são:

Mediunidade Sensitiva

São pessoas tão sensíveis que sentem a presença de espíritos, podendo reconhecer se são bons ou ruins e até mesmo suas características.

Mediunidade Ostensiva

Um dos sinais de mediunidade que se referem a sua forma ostensiva é a incorporação.

Nesse processo, o médium cede o seu corpo para que espíritos se comuniquem com outras pessoas, seja através da voz, de mensagens ou mesmo de ideias repassadas ao médium.

A mediunidade ostensiva nada mais é do que a expressão máxima da capacidade individual para fazer a ligação entre o plano espiritual e material.

Mediunidade Intuitiva ou Empata

São pessoas que quando passam as mensagens dos espíritos eles o fazem isso de forma voluntária. Sabem o que estão escrevendo, a alma do receptor recebe a mensagem do espírito e a transmite.

O médium intuitivo possui consciência plena acerca do que ele está escrevendo mesmo sem ter controle do que está para ser dito.

Mediunidade Aflorada

Cada tipo de mediunidade se caracteriza pela sensibilidade aflorada por canais diferentes e pelo efeito que produzem.

Esses efeitos são divididos em duas categorias.

Mediunidade com Efeitos Intelectuais

São aqueles que têm impacto diretamente sobre o intelecto, a mente do médium, ou são percebidos pelo cérebro por meio das sensações. São efeitos sentidos apenas pelo médium.

Mediunidade com Efeitos Físicos

Já esses atuam no ambiente ou nos objetos, e são percebidos por qualquer pessoa presente no ambiente.

Fenômenos como movimento de objetos, pancadas, sons, materializações, odores, luzes, transfigurações, curas são efeitos muito característicos dessa categoria.

Mediunidade Sensitiva ou Impressionáveis

Pessoas médiuns sensitivos ou impressionáveis são pessoas que conseguem sentir a presença dos espíritos, porém, por uma vaga impressão.

É algo que a pessoa pode desenvolver a mediunidade através de hábito.

Mediunidade Intuitiva

A transmissão do pensamento também se dá por meio do Espírito do médium, ou, melhor, de sua alma, pois que por este nome designamos o Espírito encarnado.

O Espírito livre, neste caso, não atua sobre a mão, para fazê-la escrever; não a toma, não a guia.

Atua sobre a alma, com a qual se identifica.

A alma, sob esse impulso, dirige a mão e esta dirige o lápis.

O espírito livre não se substitui à alma, visto que não a pode deslocar. Domina-a, mau grado seu, e lhe imprime a sua vontade.

Em tal circunstância, o papel da alma não é o de inteira passividade; ela recebe o pensamento do Espírito livre e o transmite.
O papel do médium mecânico é o de uma máquina; o médium intuitivo age como se fosse um intérprete.

Este, de fato, para transmitir o pensamento, precisa compreendê-lo, apropriar-se dele, de certo modo, para traduzi-lo fielmente e, no entanto, esse pensamento não é seu, apenas lhe atravessa o cérebro.

Tal precisamente o papel do médium intuitivo.

Mediunidade de Cura

São pessoas que possuem o dom de curar através de um simples toque, também pelo olhar, gesto isso tudo sem utilizar qualquer tipo de medicamento ou tratamento.

Isso acontece através do magnetismo.

A magnetização ordinária é um verdadeiro tratamento seguido, regular e metódico.

Todos os magnetizadores são mais ou menos aptos a curar, desde que saibam conduzir-se convenientemente, ao passo que nos médiuns curadores a faculdade é espontânea e alguns até a possuem sem jamais terem ouvido falar de magnetismo.

A intervenção de uma potência oculta, que é o que constitui a mediunidade, se faz manifesta, em certas circunstâncias, sobretudo se considerarmos que a maioria das pessoas que podem, com razão, ser qualificadas de médiuns curadores recorre à prece, que é uma verdadeira evocação.

Conclusão

Você pode aprender como desenvolver a mediunidade agora, separamos um artigo com uma técnica fantástica que vai ajudar desenvolver sua habilidade seja você médium ou sensitivo.

E se você que algo mais avançado sobre mediunidade ou sexto sentido, indicamos você fazer um curso de mediunidade, assim você terá mais ferramentas e suporte para te ajudar desenvolver na prática ou aperfeiçoar, mesmo que você não tenha muita sensibilidade.

O curso de mediunidade online que recomendamos que você faça é o Sexto Sentido na Prática do Bruno Gimenes do Luz da Serra.

Esse é um curso completo e exclusivo, mesmo que você não tenha sua mediunidade trabalhada ou um sexto sentido mais sensível.

Curso de Mediunidade e Sexto Sentido na Prática

Saiba Mais: